Skip to content

Sé Velha de Coimbra

07/11/2009

Tipologia

Arquitectura religiosa românica, gótica, renascentista, mudéjar, maneirista. Igreja-fortaleza do românico coimbrão afonsino, de planta influenciada pelas igrejas de peregrinação do Caminho de Santiago; portal sobrepujado por janelão repetindo a mesma estrutura, numa concepção que reflecte influências das igrejas da Lombardia. Alguns capitéis mostram influências islâmicas, outros são semelhantes aos do claustro de Saint – Sernin de Toulouse e das escolas de Saintonge e Poitou. O claustro é obra de transição do românico para o gótico. O emprego sistemático das arcadas como motivo ornamental, a cobertura das naves laterais em abóbada de berço, a lanterna quadrada não contrafortada, a ausência de nartex, campanário, deambulatório e capelas irradiantes e de estatuária, aproximam-na das igrejas do Languedoc. Portas laterais N. renascentistas e capela do Sacramento maneirista; a Porta Especiosa repete a tipologia dos grandes arcos triunfais do renascimento italiano, uma das mais importantes obras de João Ruão, tal como a capela do Sacramento, esta já da sua segunda fase. São tipicamente mudéjares os motivos escamados e geométricos do portal.

SIPA, 2009

Consultar ficha SIPA: Sé Velha de Coimbra

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: